novembro 26, 2011

Schnitzler

São minutos os livros despudoradamente bons e Crônica de uma vida de mulher, de Arthur Schnitzler, publicado no Brasil pela Record,é um deles. A tradução de Marcelo Backes é irrepreensível, com raras gralhas ou falhas no posicionamento de vocábulos. Mas fiquei siderado com a leitura, com a trajetória da heroína, se é que o fracasso dá certidão para um personagem ser herói. O livro é perfeito, sem nada fora de lugar, assim como O grande Gatsby, dde Fitzgerald. Talvez tenha sido o livro que mais tenha me emocionado entre os que li neste ano de 2011.
E não deixem de correr atrás da nova tradução de Guerra e Paz, de Tolstoy, que já está nas melhores livrarias, sejam presenciais ou virtuais. Agora esta obra prima está traduzida diretamento do russo.

novembro 04, 2011

Salomão,

        Parabéns pelo prêmio, o Troféu Tiokô 2011. Você fez por merecê-lo. Abração. João Carlos Taveira

Olá, Salomão. Receba meus parabéns por mais este galardão poético.
Sinta-se abraçado por este seu amigo e admirador. Nilto Maciel

Salomão, velho amigo, que felicidade vê-lo outra vez premiado.!
Da ilha de São Luís do Maranhao, onde escrevo estas linhas
Grande abraço
Ronaldo Costa Fernandes

Valeu, Salomão.
Merecida homenagem: para você e sua obra!
Abraços
Ronaldo Cagiano

Parabens Salomão

Vou divulgar.

abraço

Tagore

Valeu, Salomão!
Bom demais.
Te aguardo.
Abs
V. (Vassil Oliveira)

Parabéns, meu caro Salomão Sousa,
. Cheguei ontem de Goiânia e fiquei contente com o seu prêmio. Merecido. Abraço do Gilberto Mendonça Teles

poema para o blog da Janaína

eu que pensei em ser lótus
desarmado me pus
diante dos pensamentos de sol
um tanto de sombra sob uma Eva
enquanto esperava sobre a pedra
enquanto falecer me sentia
sombrio nos pátios de uma cidade

desarmado pari um gato
que passou a me seguir num círculo
ainda que busque nas águas
ainda que busque nos ciscos
e nas vagens trágicas
não é numa cidade estrangeira
o gato me segue
nas estivas perdidas