junho 15, 2013

O GRANDE GATSBY

Eu estava ansioso para assistir a nova versão cinematográfica de "O grande Gatsby", fenomenal romance de Scott Fitzgerald. Mas o filme não funciona. Mata a história. Eu gostaria de ver uma versão em que o Gatsby não aparecesse, como Fitzgerald defendeu até o fim. O filme peca pelo excesso de velocidade e pela mistureba de épocas culturais. Não dá para falar de 1920 com funk. E a velocidade que se dá às cenas, como se se tratasse um um louco e tresloucado jogo de videogame, torna-se impossível acompanhar cenário, qualidade dos figurinos e existência de personagens. Uma lástima.

Um comentário:

Cecília de Sales disse...

Não funcionou! Não tive a oportunidade de ler o livro,mas tenho certeza que deve ser muito melhor que o filme . rs
Abraços