fevereiro 03, 2011

Antonio Costa Neto

Antonio Costa Neto — "Bugi" para quem é de Silvânia — é tudo, talvez até um louco. Estudioso da educação, irrequieto, daqueles que tem pressa por uma Brasil lindo, daqueles que não quer partir antes de ver uma sociedade brasileira educada e rica em cultura.  (ver o blog Mudando Paradigmas para informações oficiais sobre sua trajetória profissional  e sobre seus trabalhos).

O que temos mais em comum, além das idéias, é a amizade de nossos pais durante o período de nossa juventude. Eram parceiros de buraco.

E agora descubro que ele é também um pintor experimental, ousado. Fui à exposição que ele apresenta no Ministério da Fazenda. Sem sua permissão, e mal fotografado, deixo aqui os seus "Peixeis em Borbotão" ilustrando a nossa amizade.

Um comentário:

Antonio Costa Neto disse...

Salu,
não se faz uma coisa desta sem avisar o cabra. Rapaz, quer me matar de emoção? Descobri passeando no google. Fiquei muito feliz e não poderia deixar de agraceder muito e deixar aqui meu abraço. Só uma correção, nossos pais não eram parceiros de buraco, pois eles nem deviam saber que existia este jogo de madames. Mas de truco. Este sim, jogo de cartas de cabras-machos. Afinal de contas, fazer e parir gente como nós dois, certamente não é pouca coisa. Nénão?
Abraço, amigo e muito obrigado mesmo. De coração.

Antonio C. Neto