Foram muitas as justificativas para as ausências ao lançamento de nosso livro Momento Crítico. Telefonemas. Emails. Caminhadas do Senado Federal até a nossa insalubre sala num sótão da Câmara dos Deputados — Vera, foi emocionante o seu gesto.
Em nome de todos que acusaram as razões para a ausência, destaco a da poeta Gardênia Maciel em seu blog. Postou um poema de nossa autoria e concluiu em seguida: “Aproveito aqui e peço desculpas ao amigo por não ter ido prestigiar o lançamento de seu livro ontem aqui em Brasília. Contratempos amorosos…”
Já nos encontramos e ela já está com meu livro, no qual eu disse na dedicatória que os contratempos sempre geram tempestades e ausências. Justo!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha sobre o filme "300"

ULISSES, de Tennyson