Podemos estar em silêncio, o cio frio,
no entanto algo fleme, inflama, infuna.
No entanto, algo incomum move.
A poesia, que é incomum.
A fartura do desejo, que é incomum.
A fartura de Whitman,
que é incomum!
Que o Ronaldo Costa Fernandes me corrija,
se erro.
Que o Ronaldo Cagiano me corrija,
se me engano.
Que o Vassil Oliveira me corrija,
se vacilo!

Comentários

Lara Amaral disse…
Obrigada! Terei prazer em ler seu livro. Até! Abraço.

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha sobre o filme "300"

ULISSES, de Tennyson