Estive com todos que vinham
sem contornos, sem coices na ravina
Tínhamos a tina e as mãos se lavavam
se tocavam com as foices do fascínio
Tapávamos as tumbas, ouvíamos os timbres

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha sobre o filme "300"

ULISSES, de Tennyson