abril 30, 2011

Jovem Torless, de Musil, e o bullyng

Depois de conversar com uma orientadora educacional sobre filmes relacionados com o bullyng — ela está precisando de Bang Bang você morreu —  acabei me lembrando de um livro que me comoveu muito, e que trata do tema com muito mais extensão do que se pensa. Robert Musil, num clima que antecipa o nazismo, em 1906 escreveu a pequena novela O jovem Torless. Cheguei a escrever uma resenha sobre este livro, que nunca foi publicada, fazendo pequena comparação com O ateneu, de Raul Pompeia. A qualquer momento posto a resenha perdida aqui. Torless é um garoto dominado por um grupo (não me lembro se formado por três ou quatro garotos) dentro da escola, passando por diversas sessões de torturas. Portanto, O jovem Torless trata do sufocamento do estudante pelos companheiros de escola, enquanto que em O Ateneu, o sufocamente vem da própria instituição. A reedição deste pequeno grande livro é oportuna para que seja usado nas escolas.

Um comentário:

Anônimo disse...

tio seja um livro de poesias ou não, é o que está acontecendo agora, nossa realidade, e algumas pessoas não tem a oportunidade de entender o que é o "bullyng" só para ter mas oportunidades a quem não conhece os dias de hoje e o futuro de qual estamos próximos...
Paula Gonçalves