Carnaval a la Garcia Lorca

O bando de valentes na praça,
rondam sem espada e prudência!
A sua língua é sábia,
lambe o sangue da indigência!
Raminho de arruda,
na lapela, imprudência!

As mães nem se assustam
na praça da indecência!
Não há mãe, ninguém se assusta
com a prisão de um homem indecente!
Ainda mais se esse homem
é feito de muita gente!









Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha sobre o filme "300"

ULISSES, de Tennyson