A teoria da garça

Numa ginga de fole,
a garça avança
com seus passos moles,
pescoço mole.

A garça afunda
— de um lance —
o longo bico
no tanque da Esplanada.

Num ato ilegal,
engole o peixinho
que era de enfeite.
Essa é a teoria

— a garça não vai presa.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha sobre o filme "300"

ULISSES, de Tennyson