julho 03, 2010

Chesterton

Saiu mais um livro de G.K. Chesterton no mercado brasileiro, sendo que é um autor quase ausente em nossas livrarias — logo ele que escreveu em torno de 100 livros. Trata-se de "O homem eterno", que segue na mesma linha do clássico "Ortodoxia". Sou louco pela sua sagacidade, capacidade de polêmica e lucidez diante da vida. Um cristão ortodoxo, quase herético.
A segunda frase de "Ortodoxia" completa o meu aforismo de ontem.

"Mesmo um mau disparo tem sua dignidade quando se aceita um duelo."

Não sacrifiquemos nossos heróis da Copa. E a esportividade!

Nenhum comentário: