julho 01, 2010

Problemas de Goiânia e Brasília

Este blog é de cultura, mas se as previsões humanas, urbanísticas, econômicas (...) fracassam, a cultura fracassa junto.
Reproduzo aqui uma notícia que acaba de circular

Por Redação Yahoo! Brasil

Daqui a 50 anos, Brasília será a capital dos idosos, formará uma gigantesca área urbana com Goiânia, sofrerá altas taxas de desemprego e criminalidade e o tombamento será corrompido por soluções emergenciais para o transporte público. É o que aponta estudo preliminar de um grupo de pesquisadores brasileiros, caso persisita o atual modelo de desenvolvimento no Distrito Federal.

Brasília é a cidade com o maior PIB per capita do país. No entanto, a capital planejada também figura entre as 20 cidades do mundo com maior desigualdade social, segundo lista divulgada pela ONU (Organização das Nações Unidas). De acordo com os pesquisadores, o crescimento desordenado aumentaria as diferenças entre as classes sociais. Como consequência, as taxas de desemprego e os índices de criminalidade subiriam.

Atualmente, a densidade de automóveis de Brasília - um milhão de veículos para três milhões de habitantes - já se equipara à da Grande São Paulo - 6 milhões para 18 milhões, respectivamente. De acordo com o estudo, a preservação das características originais do Plano Piloto será comprometida, pois alternativas para um transporte público eficiente obrigará alterações no tombamento. Uma possível restrição para a circulação de veículos na área central da cidade demandaria bolsões de estacionamento ou de um metrô elevado que modificariam a paisagem.

O Projeto BsB 100, que deve ser concluído até o fim do ano, usa dados e projeções de órgãos internacionais e nacionais, como IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística ) e CGEE (Centro de Gestão de Estudos Estratégicos). O objetivo é fornecer bases para a formulação de políticas públicas e desenvolvimento de um plano estratégico para cidade e seu entorno.

O coordenador do projeto, Tadao Takahashi, especialista em Planejamento Estratégico da PUC-Rio (Pontifica Universidade Católica do Rio de Janeiro) , elegeu seis áreas de alerta para a capital federal nas próximas cinco décadas: território, população, ciência e tecnologia, educação e juventude, economia, trabalho e emprego, governança e estilo de vida.

Um comentário:

Robson disse...

7/02/2010
Me manda pra Amsterdã!




864. A Renata Locutora e o ricardowagner são do mesmo signo?


865. Eles foram vistos chutando latinhas no beco do crack, ali no conic!


866. Será que a RenataLocutora perdoa?


867. Quem quer caridade, não gosta de Deus?

868. Lá no twitter caí num imprensado maior que entre os ramos de oliveiras e os joubert's de carvalhos mas como nonpson não responde por atos de terceiros palcos vou dando o papel para a palha da renata locutora dividir com o ricardo wagner afinal a pausa de julho está chegando já comprei minha specialized stumpjumper comp 29 e vamos cair nas províncias do sul com MC ver os cinódromos com 50mm B&W deixar a coisa mais inglês que ULISSES + = que sinais matemáticos da BR INFINITA nossos galgos tem a linguagem da velocidade de longa distância entendemos suas linhas de linhão estou fazendo a tela dizer de dentro com todas as peças do xadrez sombras dentro do branco móbile art abafada por folha em branco não escrevi apenas anotei os dados transparentes por 21 filtros fotográficos será o meu catre onde receberei um por um os visitantes inesperados imprevistos com pressa interessados ou não em alguns dos meus botões qualquer um é bem vindo só não façam filas que estas enfrentei na infância e não desejo para vocês que merecem mais do prazer de poder brincar jogar mais que simples paciência!




869. O infinito de pé, e o 6 recebendo uma lambida!




870. O infinito em pé, e o 7 levando zero pelas costas!




871. O infinito no pé do sete um!




872 É ainda o infinito, ou um oito querendo andar de variante setenta e dois?