Pular para o conteúdo principal

Lançamento Vagem de Vidro

Agradeço os amigos e familiares que compareceram ao lançamento de meu livro Vagem de vidro no dia 7 de março de 2013 (+ de 150, com vendagem de quase cem livros), e a todos aqueles que incentivaram e contribuíram para o seu sucesso. Que cada um se surpreenda com os poemas com as suas diversas formas de leitura! pois cada leitura é diferente, já que cada um de nós tem a sua carga diversa de formação cultural! Obrigado!

Acredito que um lançamento vale pra isso: alegria! lembrarmos que estamos num processo de animarmos nosso espírito! As fotos demonstram isso: cada um levou uma descontração, algo gracioso para dizer ao autor! Me diverti a valer!


Agora é continuar buscar as paisagens, os insights em que estão escondidos os novos poemas! Já tenho alguns escritos, que deixarei inéditos, sem nenhuma divulgação! pois espero dar seguimento por um caminho diferente no próximo lançamento! Temos de dar o próximo passo sempre com uma nova esperança, pois a paisagem à frente é sempre diversa!

Deixo fotos de escritores que estiveram presente ao lançamento;
Fernando Marques

 Fernando Montenegro

 Francisco Kaq
 Geraldo lima
 José Carlos Peliano
 Jacinto Guerra
 João Carlos Taveira
 Margarida Patriota
 Sérgio Muylaert e a Marselha

 Napoleão Valadares
 Viriato Gaspar e Wilson Pereira
 Ronaldo Costa Fernandes
 Wilson Rossato

José Santiago Naud
 Jacinto Guerra e Valdir de Aquino Ximenes
Terezy Godoy

 Wilson Pereira
 José Santiago Naud e Alberto Bresciani
 Adirson Vasconcelos
 Angélica Torres
 Daniel Barros
Cristina Bastos
 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SAUDAÇÕES AO ROMANCE DE WIL PRADO

Wil Prado é uma de minhas amizades mais firmes desde que cheguei a Brasília. Desde nossos passos iniciais na literatura, foram vívidos debates e percursos juntos pela cidade. Por muros vários que atravessam a nossa vida, Wil Prado demorou a publicar seu primeiro livro. E é com alegria que vejo que figuras importantes da literatura brasileira, de cara, se manifestarem favoravelmente ao seu romance SOB AS SOMBRAS da Agonia, editado pela Chiado, de Portugal, do qual foi leitor desde as primeiras versões até o momento de escrever a apresentação. Acredito que são poucos que merecem uma manifestação eufórica de Raduan Nassar.  E, ainda, de João Almino, que acaba de ser eleito para a Academia Brasileira de Letras.
(...) SOB AS SOMBRAS DA AGONIA me tocou sobretudo pela linguagem, por palavras novas, metáforas bem sacadas, e os empurrões articulando o entrecho. Além disso, o romance arrola no geral gente do povo, ao lado de uns poucos salafras da elite, com caracterizações convincentes, inclusi…

Resenha sobre o filme "300"

Por Ana Paula Condessa

Todo filme tem seus méritos, seus pontos fortes, mas também tem furos e contradições. O filme 300, já em exibição, surgiu da história em quadrinhos “Os 300 de esparta” - criada e desenvolvida por Frank Miller. É impressionante a grandeza da produção do filme que chega a representação, com muita propriedade, por retratar a batalha que enfrenta o rei Leônidas -,os soldados espartanos, seus aliados contra o exército persa de Xerxes, na Batalha das Termópilas -, desfiladeiro da Grécia. Esparta - é uma sociedade que é toda voltada para a arte da guerra e todos os indivíduos, que dela fazem parte, são instruídos para tal. No filme é passado muito do que era Esparta e seu contexto, algo de muito valor para compreender a essência da Batalha das Termópilas - . A guerra é o meio de vida dos espartanos e, antes mesmo desta grande batalha que ficou para a história e, cujos métodos e estrutura de guerra foram usados por muitos anos em batalhas posteriores, eles moldaram um im…