junho 15, 2012

o homem definitivo
não insana com ausência,
com justiça cerrada,
encontros ao acaso.

qual o encontro

não se desenlaça
se o ata o furor,
o cheque que compra
o parceiro na praça?

o homem definitivo
não traz coágulos
do desabraço,
da cementeira
aos despedaços

Nenhum comentário: