Confirmando a interação de Gerson Valle com a literatura de Brasília, na edição de setembro do jornal Poiésis, ele analisa o livro Arquitetura do homem, de João Carlos Taveira. Além da intimidade que ele mantém com o livro e seu conteúdo, destaca-se a ampla e acertada visão da poesia brasileira das últimas que ele imprime dentro do resenha-artigo. Parabéns ao resenhista e ao resenhado.

Ainda recentemente Gerson Valle subiu a serra para vir a Brasília lançar seu último romance (Os souverirs da prostituta: a novela de Ipanema, da editora Catedral das Letras). E é com grata satisfação que lemos no jornal Poiesis a resenha que ele fez sobre o livro Y Semiótico, do brasiliense Robson Corrêa de Araújo. Trata-se de uma análise afirmativa, de quem compreende a arte literária (por amá-la e vivê-la), que não foi feita só por aventura jornalística. Parabéns ao Robson e ao Gerson Valle por essa convergência produtiva. A resenha pode ser lida na página do Poiesis.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha sobre o filme "300"

ULISSES, de Tennyson