Luiz de Aquino, conterrâneo de Goiás, de rica amizade, de animado humor, escreveu uma crônica a partir de um poema nosso que aparece nesse blog. Não só o gesto amigo, mas o teor de animado clima goiano e a riqueza do texto, muito nos deixam envaidecidos. Não deixe de ler a crônica :Proseando com o poeta. Visitemo-lo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha sobre o filme "300"

ULISSES, de Tennyson